Insônia: Causas, Diagnóstico e Tratamento

Insônia, causas, diagnostico, tratamento

Insônia. Um problema que aflige muitas pessoas e que são não tratada adequadamente pode trazer sérios problemas para a sua saúde.

Por este motivo hoje trouxemos tudo que você precisa saber sobre o assunto, para assim ganhar muito mais qualidade de vida. Confira!

O que é a insônia?

A insônia é conhecida pela dificuldade de dormir ou de permanecer dormindo por uma noite inteira. Esta falta de sono adequado pode trazer problemas como:

  • Cansaço extremo durante todo o dia;
  • Indisposição;
  • Mau humor;
  • Falta de concentração
  • Comprometimento da qualidade de vida como um todo;
  • Irritabilidade;
  • Dores de cabeça;
  • Dores no corpo;
  • Levar ao desenvolvimento da obesidade já que é durante o sono que são liberados os hormônios do bem-estar como a serotonina que favorece o emagrecimento além do GH (hormônio do crescimento) que colabora para o ganho de massa magra.

Além destes sintomas a insônia pode ser identificada pela dificuldade de dormir que dura mais que 30 minutos e quando a pessoa consegue adormecer o sono dura no máximo 6 horas por noite e na maioria das vezes não é contínuo.

O problema se instala quando esta má qualidade do sono persiste por 3 noites seguidas podendo durar mais que 3 meses.

5bfa421a - Insônia: Causas, Diagnóstico e Tratamentooyqmdyi?a aid=SilvanaRocha&a bid=5bfa421a - Insônia: Causas, Diagnóstico e Tratamento

Causas:

Muitas são as causas que podem levar a pessoa a desenvolver a insônia entre elas estão:

  • Uso incorreto de algumas medicações;
  • Maus hábitos alimentares como consumir bebidas estimulantes durante a noite como café, refrigerantes ou comer muito antes de dormir;
  • Estresse, com a correria do dia-a-dia os pensamentos ficam a mil e muitas pessoas tem dificuldade de se desligar dos problemas diários mesmo na hora de dormir;
  • O desenvolvimento de algumas doenças como Alzheimer, avc, refluxo gastroesofágico, insuficiência pulmonar que leva a dificuldade para respirar;
  • Falta de uma rotina com horários regulares para se alimentar e também para dormir;
  • Idade, pessoas idosas costumam ter mais dificuldade para dormir do que jovens. Isto por conta da mudança natural do organismo que acontece no decorrer dos anos. A tendência é que as pessoas idosas durmam e acordem mais cedo;
  • Mudanças hormonais como as que acontece durante a menopausa onde alguns sintomas como calor excessivo pode fazer com que a mulher demore mais para cair no sono;
  • A vontade frequente de urinar que pode ser sintomas de problemas como o diabetes e problemas de próstata;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Falta de atividade física. A atividade física regular promove a liberação dos hormônios do bem-estar que favorecem uma boa qualidade do sono. Na falta de atividade diária a pessoa tem mais tempo para tirar os conhecidos “cochilos” durante o dia e isto com certeza irá comprometer suas horas de sono durante a noite.

Diagnóstico:

Se você apresenta alguns dos sintomas citados acima ou se identifica de alguma forma com as causas apresentadas busque por ajuda médica. O diagnóstico pode ser feito por uma equipe multidisciplinar que envolve:

  • Neurologista
  • Psiquiatra e /ou psicólogo
  • Clínico geral.

Para um diagnóstico mais preciso os médicos farão perguntas que levem a conhecer melhor os seus hábitos diários e possíveis problemas que possam estar levando a falta de sono, oferecendo o tratamento adequado

insônia, tratamento e causas

O tratamento:

O tratamento irá depender das questões individuais que serão levantadas caso a caso e da conduta médica, mais no geral inclui:

  • Técnicas de relaxamento como: yoga, massagem terapêutica, remédios homeopáticos, acupuntura;

Links Úteis:

  • Mudança de hábitos como criar uma rotina para a hora de dormir, diminuindo a frequência de atividades, preparando o ambiente deixando-o mais aconchegante, ou ainda mudando a alimentação deixando-a mais leve para proporcionar a você boas horas de sono;
  • Em alguns casos indica-se o uso de remédios de uso controlado (sob supervisão médica) para dormir e a suspensão destes medicamentos também é feita pelo médico de forma gradual para que o paciente não venha a sofrer com os sintomas da insônia novamente.
  • Acompanhamento psicológico com o objetivo de trabalhar as questões internas que possam estar influenciando diretamente na qualidade do sono e para proporcionar ao paciente o autoconhecimento.

E você como está dormindo atualmente? Conte para nós deixando o seu comentário registrado aqui. Não deixe de compartilhar e avaliar o que aprendeu para que mais pessoas possam ganhar mais qualidade de vida.

Até o próximo post!

Promoção Riqueza Magazine: Cobrimos qualquer oferta da concorrência! Basta apresentar 2 lojas vendendo mais barato!oyqmdyi?a aid=SilvanaRocha&a bid=6bc367b2 - Insônia: Causas, Diagnóstico e Tratamento

 

 

 

 

 

 

 

Share Button
 

Tenho Certeza Que Você Vai Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta